O Maracatu Rural como fonte de inspiração para a cidadania: os Manifestos Folkcomunicacionais para o Desenvolvimento Local

  • Ariella Dias de Souza
  • Ernandes Luiz Tavares da Silva
  • Betania Maciel

Resumo

O artigo aborda os grupos de maracatu de baque solto ou rural, que reúne trabalhadores rurais e cortadores de cana de açúcar na Zona da Mata Norte de Pernambuco, Cambidinha de Araçoiaba e o Estrela de Ouro de Aliança. O estudo analisou o manifesto cultural que representa a resistência dessas pessoas diante das inúmeras dificuldades de vida nos canaviais expostos aos efeitos da monocultura. A análise recorreu aos estudos folkcomunicacionais como instrumento de cidadania a partir dos meios que dão vozes aos subalternos, para contribuir com o avanço do desenvolvimento, sendo esse pautado pelas melhores condições de vida dos que geralmente são os mais excluídos da sociedade urbanizada. Para a metodologia foram adotadas entrevistas semiestruturadas, observações participativas e pesquisas de informações documentais, com a comparação de dados verificados diante de um único problema norteador para ambos os objetos de pesquisa: a inclusão social a partir do maracatu rural no cotidiano canavieiro. Dessa maneira, foram identificados: a criação e gerência de estratégias para a inclusão social, o empoderamento feminino em meio ao patriarcado, a preservação de suas identidades culturais, a valorização pessoal e a perseverança para novo comportamento político em uma sociedade capitalista que muitas vezes privilegia os modos culturais urbanos.

Biografia do Autor

Ariella Dias de Souza

Mestranda no Programa de Pós-Graduação em Extensão Rural e Desenvolvimento Local (Posmex) da Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE). Bolsista Capes.

Ernandes Luiz Tavares da Silva

Mestrando no Programa de Pós-Graduação em Extensão Rural e Desenvolvimento Local (Posmex) da Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE). Bolsista Capes.

Betania Maciel

Doutora em Comunicação e docente na Programa de Pós Graduação em Extensão Rural e Desenvolvimento Local (Posmex) da UFRPE.

Referências

CANCLINI, N. G. Nem folclórico, nem massivo: o que é popular? Diálogos de comunicação. Lima: FELAFACS, jun. 1987, n. 17. CANCLINI, N. G. As culturas populares no capitalismo. SP: Brasiliense, 1983. BENJAMIN, R. A Folkcomunicação no contexto da sociedade midiatizada: a Folkcomunicação e as novas tecnologias. In: TRIGUEIRO, O. M. A; MELO, J. M. Luiz Beltrão: pioneiro das ciências da comunicação no Brasil. João Pessoa: Editora Universitária UFPB, 2006. FREYRE, G. Nordeste. Rio de Janeiro: Editora Record, 1989. JESUS, P. Desenvolvimento local. Porto Alegre: Unitrabalho e Veraz Editores, 2003. MACIEL, B. Folkcomunicação e desenvolvimento: uma abordagem dos estudos folkmidiáticos na modernidade. In Revista Razón Y Palabra. México. n. 77. ago. – oct./ 2011 MEDEIROS, Roseana Borges. Maracatu rural: luta de classes ou espetáculo? Recife: Fundação de Cultura Cidade do Recife, 2005. (Coleção Capibaribe 2) MELO, J. M. Mídia e cultura popular. São Paulo: Paulus, 2008. REAL, K. O folclore no carnaval do Recife. Recife: Massangana, 1990. VASCONCELOS, T. A mulher no maracatu rural. Olinda: Assoc. Reviva, 2012. ONU. Prevê-se que as retiradas mundiais de água aumentem cerca de 55% até 2050. Disponível em: http://www.unwater.org/statistics/statistics-detail/en/c/211820/. Acessado em: 12 fev. 2017. Comissão Pastoral da Terra. Agrotóxicos e Usinas de cana-de-açúcar condenam trabalhadores à morte na zona da mata de PE. Pernambuco, 20 maio 2011. Disponível em: https://www.cptne2.org.br/index.php/publicacoes/noticias/agrotoxicos/ 2853-agrotoxicos-e-usinas-de-cana-de-acucar-condenam-trabalhadores-a-morte-na-zona -da-mata-de-pe29. Acessado em 6 mar. 2017. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Disponível em: http://www. cidades.ibge.gov.br/v3/cidades/home-cidades .Acessado em: 2 març. 2017. Portal de infográficos e mapas deepask. Disponível em http://www.deepask.com/ goes?page=alianca/PE-Cana-de-acucar:-Veja-a-producao-agricola-e-a-area-plantada-no-seu-municipio. Acessado em 2 març. 2017.
Publicado
2017-04-25
Como Citar
SOUZA, Ariella Dias de; SILVA, Ernandes Luiz Tavares da; MACIEL, Betania. O Maracatu Rural como fonte de inspiração para a cidadania: os Manifestos Folkcomunicacionais para o Desenvolvimento Local. Anais da Conferência Brasileira de Folkcomunicação - Folkcom, [S.l.], n. XVIII, abr. 2017. ISSN 2236-2924. Disponível em: <http://anaisfolkcom.redefolkcom.org/index.php/folkcom/article/view/13>. Acesso em: 23 nov. 2017.
Seção
GT 4 - Folkcomunicação e Desenvolvimento Local