Acervo da Folkcomunicação - 1998-2016: levantamento, considerações e apontamentos

  • Cristina Schmidt

Resumo

O trabalho que segue traz um levantamento representativo das produções em livros sobre Folkcomunicação nos últimos 18 anos. Esse material apresenta uma categorização das obras e oferece uma possibilidade de diferentes análises para compreensão do percurso das pesquisas em folkcomunicação. Para fazer os apontamentos foram retomados o o método, as classificações e reflexões realizadas à importante pesquisa nacional “Cartografia da Folkcomunicação: análise das obras 1998-2008”. Partindo da categorização dos livros desse período, que ainda não foi publicada, este estudo acrescenta a caracterização/análise dos livros produzidos até 2016. Como resultado, fica evidente que o grupo de pesquisadores e as produções ampliaram significativamente, e que muitos avanços teórico-metodológicos estão sendo demarcados à disciplina.

Biografia do autor

Cristina Schmidt

Doutora em comunicação e Semiótica pela PUC-SP; Mestre em Teoria e Ensino em Comunicação pela Metodista-SP, Pós-doutora pela Cátedra UNESCO/Umesp. Atualmente é Coordenadora, professora e pesquisadora do Mestrado em Políticas Públicas da Universidade de Mogi das Cruzes- UMC. Coordena o Núcelo de Ciências Sociais Aplicadas da UMC, e o Grupo de Pesquisa Comunicação, Diversidade e Cidadania CNPq/UMC. Também atua no Curso de Comunicação e Design da UMC, e no Curso de Administração na Faculdade Bertioga – FABE. É Sócio-fundadora da Rede Brasileira de Estudos da Folkcomunicação – Rede Folkcom, e Sócia da Intercom.

Referências

BELTRÃO, Luiz. Folkcomunicação: um estudo dos agentes e dos meios populares de informação de fatos e expressão de idéias. Porto Alegre/RS: EDIPUCRS, 2001.
________. A comunicação dos marginalizados. São Paulo: Cortez, 1980.
________. A pesquisa sobre folkcomunicação. In: MARQUES DE MELO, José. (Org.). Pesquisa em Comunicação no Brasil. São Paulo: Cortez/Intercom, 1983.
________. Folkcomunicação: um estudo dos agentes e dos meios populares de informação de fatos e transmissão de idéias. Porto Alegre: EDIPUCRS, 2001.
CANCLINI, Nestor Garcia. Culturas híbridas: estratégias para entrar e sair da modernidade. São Paulo: EDUSP, 4ª ed., 2003.
MELO, José Marques de. Folkmídia: a difusão do folclore pelas indústrias midiáticas. VI Conferência Nacional de Folkcomunicação. São João da Barra/RJ: abril, 2003.
MELO, José Marques de; GOBBI, Maria Cristina; SATHLER, Luciano (orgs). Mídia Cidadã, utopia brasileira. São Bernardo do Campo: Universidade Metodista de São Paulo, 2006.
SCHMIDT, Cristina (ORG.). Folkcomunicação na Arena Global : avanços teóricos e metodológicos. São Paulo: Ductor, 2006.
Publicado
2017-04-24
Como Citar
SCHMIDT, Cristina. Acervo da Folkcomunicação - 1998-2016: levantamento, considerações e apontamentos. Anais da Conferência Brasileira de Folkcomunicação - Folkcom, [S.l.], n. XVIII, abr. 2017. ISSN 2236-2924. Disponível em: <http://anaisfolkcom.redefolkcom.org/index.php/folkcom/article/view/19>. Acesso em: 23 nov. 2017.
Seção
GT 1 - Teorias da Folkcomunicação: Fundamentos e Metodologia