Folkcomunicação: tradição oral, valores e cultura dentro do espaço escolar

  • Edilene Sanchez Baptista
  • Cristina Schmidt
  • Francisco Carlos Franco

Resumo

Este trabalho tem como objetivo demonstrar como a tradição oral, compreendida como integrante da cultura de um povo, pode ser disseminada na escola e com isso resgatar os valores dentro do espaço escolar. Partimos de um dos princípios da folkcomunicação que menciona a necessidade de difusão de conhecimentos de maneira pedagógica. Logo, o espaço escolar, torna-se um dos meios mais dinâmicos para se disseminar a cultura popular e com isso ocorrer o resgate de valores morais socialmente aceitos.

Biografia do Autor

Edilene Sanchez Baptista

Aluna do Curso de Mestrado em Políticas Públicas da Universidade de Mogi das Cruzes.

Francisco Carlos Franco
Doutor em Educação pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC/SP). Professor do Curso de Pedagogia e do Programa de Mestrado em Políticas na Universidade de Mogi das Cruzes (UMC) e dos Cursos de Formação de Professores na Universidade Braz Cubas (UBC).

Referências

ABRAMOVICH, Fanny. Literatura infantil: gostosuras e bobices. 2.ed. São Paulo: Scipione;1991.
ANTUNES, Celso. A linguagem do afeto: como ensinar virtudes e transmitir valores – Campinas – SP, Papirus, 2005.
ARAÚJO, Ullysses F. Educação e valores: pontos e contrapontos, São Paulo, Summus, 2007.
ÁVILA, Fernando B. de. Pequena enciclopédia de moral e civismo. Rio de Janeiro, MEC, 1967.
BAUMAN, Zygmunt. Globalização: as consequências humanas. Tradução de Marcus Penchel. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Editor, 1999.
_________________ Identidade. Tradução de Carlos Alberto Medeiros. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Editor, 2005.
BELTRÃO, Luiz. Folkcomunicação: um estudo dos agentes e dos meios populares de informação de fatos e de expressão de ideias. Porto Alegre, EDIPUCRS, 2001
BERNARDINO, Andreza Dalla. A contação de histórias como estratégia pedagógica na educação infantil e ensino fundamental. In: REVISTA Educere et educare, pág. 235-249 Vol. 6 nº 12- Cascavel Paraná - jul./dez. 2011 ISSN 1809-5208
BUSATTO, Cléo. Contar e encantar: Pequenos segredos da narrativa, RJ – 2012
CÂNDIDO, Antônio. O direito à literatura. In: CANDIDO, A. Vários escritos. 3ª edição. São Paulo: Duas Cidades, 1995.
CARNEIRO, Edson. A dinâmica do folclore. Rio de Janeiro, Civilização Brasileira, 1965
CHAUI, Marilena. Cidadania Cultural o Direito à Cultura. 1ª edição. São Paulo: Fundação Perseu Abramo, 2006.
___________. Cultura e democracia. Crítica y Emancipación, (1): 53-76, junio 2008
DALFOVO, Michael Samir; LANA, Rogério Adilson; SILVEIRA, Amélia. Métodos quantitativos e qualitativos: um resgate teórico. Revista Interdisciplinar Científica Aplicada. Blumenau, v.2, n.4, p.01-13, Sem II. 2008.
DIAS, Marina Celia Morais e Nicolau, Marieta Lucia Machado (orgs). Oficinas de sonho e realidade na formação do educador da infância – Campinas – SP: Papirus, 2003 (coleção Papirus Educação).
FONSECA JÚNIOR, Wilson Corrêa. Análise do conteúdo. In: DUARTE, Jorge; BARROS, Antonio (orgs.). Metódos e técnicas de Pesquisa em Comunicação. São Paulo: Atlas. 2ª edição. 2014.
FREIRE, Paulo. Educação e Mudança, São Paulo, Paz e Terra, 1985
GERHARDT, Tatiana Engel (Org.); SILVEIRA, Denise Tolfo (Org.). Métodos de Pesquisa. 1. ed. Porto Alegre: Editora da UFRGS, 2009. v. 1. 120p.
HALL, Stuart. A Identidade cultural na pós-modernidade. Trad. Tomaz Tadeu da Silva, Guacira Lopes Louro. 11ª. ed. Rio de Janeiro: DP&A, 2006.
KIEL,Fred. Inteligência moral: descubra a poderosa relação entre os valores morais e o sucesso nos negócios; tradução Marcello Lino. – Rio de Janeiro: Elsevier, 2005.
KRAMER, Sônia; BAZILIO, Luiz Cavallieri. Infância, educação e direitos humanos. São Paulo: Cortez, 2008.
LA TAILLE, Yves. Moral e ética: dimensões intelectuais e afetivas, Porto Alegre, Artmed, 2006.
MACHADO, Ana Maria e Rocha, Ruth. Contando histórias, formando leitores, Campinas, SP: Papirus 7 mares, 2011 – (coleção Papirus Debates)
MARQUES, Maria Helena. Como educar bons valores: desafios e caminhos para trilhar uma educação de valor, São Paulo: Paulus, 2012. (coleção pedagogia e educação)
MORIN, Edgar. Os sete saberes necessários à educação do futuro. São Paulo: Cortez; Brasília, DF: UNESCO, 2006.
NEVES, Margarida de Souza; Lobo, Iolanda Lima, Mignot, Ana Cristina V., Meirelles, Cecília. A poética da Educação, Editora Loyola, 2001.
PARO, Vitor Henrique. Escritos sobre educação. São Paulo: Xamã, 2001.
PIAGET, Jean. O juízo moral na criança, tradução de Elzon Lenardon. – São Paulo: Summus, 1994.
PUIG, Josep Maria – A construção da personalidade moral, São Paulo, Editora Ática, 1998.
PUEBLA, Eugenia – Educar com o coração: uma educação que desenvolve a intuição – São Paulo, 1997.
SCHIMIDT, Cristina, (organizadora), Folkcomunicação na arena global: avanços teóricos e metodológicos, São Paulo, Ductor, 2006
SILVA, Maciel Henrique; SILVA, Kalina Vanderlei. Dicionário de conceitos históricos. 2ª edição, 2ª reimpressão. São Paulo: Editora Contexto, 2009.
SUNDERLAND, Margot. O valor terapêutico de contar histórias: para crianças e pelas crianças, São Paulo, Cultrix, 2009.
TAHAN, Malba. A arte de ler e contar histórias. Rio de Janeiro, Editora Conquista, 1957.
TURNER, Jonathan H. Sociologia Conceitos e Aplicações. São Paulo: Editora Markon, 2000.
Como Citar
BAPTISTA, Edilene Sanchez; SCHMIDT, Cristina; FRANCO, Francisco Carlos. Folkcomunicação: tradição oral, valores e cultura dentro do espaço escolar. Anais da Conferência Brasileira de Folkcomunicação - Folkcom, [S.l.], n. XVIII, abr. 2017. ISSN 2236-2924. Disponível em: <http://anaisfolkcom.redefolkcom.org/index.php/folkcom/article/view/3>. Acesso em: 18 nov. 2017.
Seção
GT 4 - Folkcomunicação e Desenvolvimento Local