O cotidiano da imigração italiana contada por Nanneto Pipetta à luz dos preceitos da Folkcomunicação

  • Fernando Biffignandi
  • Beatriz Corrêa Pires Dornelles

Resumo

O presente artigo tem como objetivo verificar como a trajetória da imigração italiana ocorrida no século XIX, no sul do Brasil, foi representada nas páginas do jornal La Stafetta Rio-Grandense a partir da publicação das estórias do personagem fictício Nanetto Pipetta. Ao evidenciar os preceitos contidos na Folkcomunicação, adotamos uma metodologia analítica documental, sobre os textos escritos em dialeto vêneto pelo frade Aquiles Bernardi, criador do personagem. O material coletado, confrontado à luz dos fundamentos teóricos da Folkcomunicação, permitiu-nos demonstrar a importância do líder de opinião como agente facilitador perante os grupos, culturalmente marginalizados, como os imigrantes italianos assentados na serra gaúcha. Foi possível avaliar que a narrativa contando a dura realidade do personagem Nanetto Pipetta conectava-se àquela vivida pelos imigrantes italianos, através do uso de uma linguagem simples e facilmente compreendida por eles.

Biografia do Autor

Fernando Biffignandi

Doutorando do Programa de Pós-Graduação em comunicação, da Faculdade de Comunicação da Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul. Arquiteto e urbanista do Departamento Municipal de Habitação de Porto Alegre, Mestre em Comunicação Social pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS).

Beatriz Corrêa Pires Dornelles

Professora Drª do Programa de Pós-Graduação da Faculdade de Comunicação Social da Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS) com Pós-doutorado em Jornalismo, pela Universidade Fernando Pessoa (Portugal). Membro do Grupo de Pesquisa do CNPQ, intitulado História da Imprensa. Projeto de pesquisa em andamento, financiado pelo CNPq, sobre a Imprensa do Interior na Era Digital. 

Referências

BAGNO, Silvia; EWALD, Ariane. Lembranças do país da cocanha entre os descendentes de imigrantes italianos no início do século XX: o Brasil imaginado. In: Revista dos Estudos e Pesquisas em Psicologia, UERJ, Ano 9, n. 1. Rio de Janeiro: UERJ, 2009, p. 248-253.
BELTRÃO, Luiz. Comunicação popular e Região no Brasil. In: Marques de Melo, José, (org) Comunicação / incomunicação no Brasil, São Paulo: Loyola UBC, 1976.
_____. Folkcomunicação: a comunicação dos marginalizados. São Paulo: Cortez, 1980.
_____. Folkcomunicação: Um estudo dos agentes e dos meios populares de informação de fatos e expressão de ideias. Porto Alegre: Edipucrs, 2001.
_____. Folkcomunicação: Teoria e metodologia. São Bernardo do Campo: Umesp, 2004.
BENJAMIN, Roberto. A nova abrangência da Folkcomunicação. In: PCLA. Revista Científica Digital, v.01, nº 01,1999.
BERNARDI, Aquiles. Nanetto Pipetta. Versão Portuguesa. Trad. de Maria Adami Tcacenco e Alberto Víctor Stawinski. Porto Alegre, Escola Superior de Teologia São Lourenço de Brindes, Caxias do Sul: EDUCS, 1988.
____________. Vita e Stòria de Nanetto Pipetta. Nassuo in Itàlia e vegnudo in Mèrica per catare la cucagna. 10 ed., Porto Alegre: EST/CR, 2009.
BARDIN, Laurence. Análise de Conteúdo. Lisboa: Edições 70, 1977.
CERVI, Emerson. Líder de Opinião. In: GARDINI, Sérgio; WOITOWICZ, Karina (Orgs.). Noções Básicas de Folkcomunicação: uma introdução aos principais termos, conceitos e expressões. Ponta Grossa: Editora da Universidade Estadual de Ponta Grossa, 2007, p. 39-43.
DE BONI, Luis; COSTA, Rovílio. Os italianos do Rio Grande do Sul. 2 ed., Caxias do Sul: Universidade de Caxias do Sul, 1982.
FAUSTO, Boris. História do Brasil. São Paulo: Edusp, 1999.
HOHLFELDT, Antônio. Luiz Beltrão: o profissional de jornalismo e o preparador de jornalistas. In: Beltrão, Luiz. Folkcomunicação : um estudo dos agentes e dos meios populares de informação de fatos e expressão de idéias. Porto Alegre: EDIPUCRS, 2001.
MARQUES DE MELO, José. Mutações em Folkcomunicação - revisitando o legado beltraniano. Verso e Reverso, Brasil, v. 21, n. 46, 2007.
Disponível em: . Acesso em: 6 abr. 2017.
PEDROTTI, Tania. Nanetto Pipetta: modos de representação. Dissertação apresentada na Universidade de Caxias do Sul: UCS, 2007. Disponível em: https://repositorio.ucs.br/xmlui/bitstream/handle/11338/242/Dissertacao%20Tania%20Perotti.pdf?sequence=1. Acesso em: 6 abr. 2017
POZENATO, José Clemente. Algumas considerações sobre região e regionalidade. In: Processos culturais: Reflexões sobre a dinâmica cultural. Caxias do Sul: Educs, 2005.
TARSIANO, Paulo Rogério. Luiz Beltrão, visionário sedutor. In: Anuário Unesco Metodista de Comunicação Regional, v. 14, n. 14, São Paulo: UMSP, 2010, p. 17-29.
TRENTO, Angelo. Do outro lado do Atlântico: um século de imigração italiana no Brasil. São Paulo: Nobel, 1989.
Publicado
2017-04-18
Como Citar
BIFFIGNANDI, Fernando; DORNELLES, Beatriz Corrêa Pires. O cotidiano da imigração italiana contada por Nanneto Pipetta à luz dos preceitos da Folkcomunicação. Anais da Conferência Brasileira de Folkcomunicação - Folkcom, [S.l.], n. XVIII, abr. 2017. ISSN 2236-2924. Disponível em: <http://anaisfolkcom.redefolkcom.org/index.php/folkcom/article/view/42>. Acesso em: 18 nov. 2017.