A Calunga no Google: a simbologia sagrada e o profano ao click do mouse

  • Patricia Araújo dos Reis

Resumo

O presente artigo tem por objetivo analisar o processo de relação construída entre o tradicionalismo centenário do maracatu-nação e a Internet (mídias sociais) e como os elementos identitários culturais centenários (a calunga) e simbólicos podem dialogar com os conteúdos midiáticos utilizados pelos produtores culturais desta manifestação cultural conhecida como Maracatu de Baque Virado. Através da metodologia observação-participante e da análise de conteúdo do blog do próprio maracatu, o estudo se encontra em andamento e o qual contribui para a possível compreensão sobre os diálogos construídos entre a cultura popular aqui representada pelo maracatu (agente cultural) e a era digital da cibercultura e da folkmídia. O quadro teórico e metodológico de referência se fundamenta na semiótica peirceana de Lúcia Santaella (2003) e no escritor Pierre Lévy (2000).

Biografia do autor

Patricia Araújo dos Reis

Bacharel em Relações Públicas pela Universidade Católica de Pernambuco (UNICAP) e Mestranda do Programa de Pós-Graduação em Extensão Rural e Desenvolvimento Local da Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE)

Referências

ALVAREZ, Gabriel Omar. Tradições negras, políticas brancas: previdência social e populações afro-brasileiras. - Brasília: Ministério da Previdência Social-MPS, 2006.224p.: il- (Coleção Previdência Social. Série especial; v.2).
CANCLINI, Nestor Garcia. Consumidores e cidadãos; conflitos multiculturais da globalização. Rio de Janeiro: Editora UFRJ, 1995.
______________________ Culturas Híbridas - Estratégias para Entrar e Sair da Modernidade, São Paulo, Edusp, 3° edição 2000.
COELHO, Teixeira - Dicionário Crítico de política cultural, São Paulo: Editora Iluminuras, 2004.
IANNI, Octavio. A sociedade global - Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2001.
LÉVY, Pierre. As tecnologias da inteligência. Rio de Janeiro: Ed. 34,1993. 208 p.
(Coleção TRANS)
___________O Que é o Virtual? . São Paulo: Ed.34,1996.
___________A Inteligência coletiva por uma antropologia do ciberespaço. São Paulo, Edições Loyola, 1998.
___________Cibercultura. São Paulo: Ed. 34,1999. (Coleção TRANS)
REAL, Katarina. Eudes: o rei do maracatu. Recife: Fundação Joaquim Nabuco, Editora Massangana, 2001.144p. il. (Documentos, 55).
SANTAELLA, Lúcia. Cultura das Mídias. São Paulo: Experimento, 1996.
______________Cultura e Artes do pós-humano: da cultura das mídias à cibercultura. São Paulo: Paulus, 2003.
Publicado
2017-04-18
Como Citar
REIS, Patricia Araújo dos. A Calunga no Google: a simbologia sagrada e o profano ao click do mouse. Anais da Conferência Brasileira de Folkcomunicação - Folkcom, [S.l.], n. XVIII, abr. 2017. ISSN 2236-2924. Disponível em: <http://anaisfolkcom.redefolkcom.org/index.php/folkcom/article/view/47>. Acesso em: 20 set. 2017.