Entre o Temor e a Responsabilidade: a proposta de uma ética de sustentabilidade baseada no pensamento de Hannah Arendt e Hans Jonas

  • Anne Gabriele Alves Guimarães
  • Juliana de Barros Ferreira

Resumo

Este trabalho é fundado num temor relacionado às condições de desenvolvimento industrial, tecnológico e científico e sua relação com a perpetuação da espécie humana na Terra. Para analisar a questão, vai ao encontro de dois pensadores do século XX: Hannah Arendt e Hans Jonas, neles buscando aporte teórico para a propositura de uma ética – enquanto imperativo de ação – calcada na responsabilidade transgeracional. Chega assim na problemática do direito fundamental ao meio ambiente, concluindo pela sustentabilidade como meio conciliatório do desenvolvimento presente com a responsabilidade para o futuro.

Biografia do Autor

Anne Gabriele Alves Guimarães

Graduanda em Direito pela Universidade de Pernambuco – Campus Arcoverde. Integrante do grupo de pesquisa “Direitos Fundamentais e Meio Ambiente”.

Juliana de Barros Ferreira

Graduanda em Direito pela Universidade de Pernambuco – Campus Arcoverde. Integrante do grupo de pesquisa “Direitos Fundamentais e Meio Ambiente”. 

Referências

ACOSTA, Miguel A. Ruiz. La devastación socioambiental del capitalismo en la era del Antropoceno. Mundo siglo XXI, Núm. 32, Vol. IX, p. 33-46, 2014.
ADLER, Laure. Nos passos de Hannah Arendt. Trad. Tatiana Salem Levy e Marcelo Jacques. Rio de Janeiro: Record, 2014. P. 76.
AGOSTINHO, Santo, Bispo de Hipona. Confissões. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 2012.
ARENDT, Hannah. A Condição Humana. Rio de Janeiro: Forense Universitária, 2007.
________. Entre o passado e o futuro. São Paulo: Perspectiva, 2014.
_______. Sobre a Violência. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2009.
BATTESTIN, Cláudia; GHIGGI, Gomercindo. O princípio responsabilidade de Hans Jonas: um princípio ético para os novos tempos. Thaumazein, Ano III, n. 6, p. 69-85, out. 2010.
CÉSAR, Maria Rita de Assis; DUARTE, André. Hannah Arendt: pensar a crise da educação no mundo contemporâneo. Educação e Pesquisa, São Paulo, v. 36, n. 3, p. 823-837, dec. 2010.
DEINA, Wanderley José; KOMINEK. Sobre o sentido político da ciência e da tecnologia em Hannah Arendt. In: JORNADAS LATINOAMERICANAS DE ESTUDOS SOCIAIS DA CIÊNCIA E DA TECNOLOGIA, 21., 2016, Curitiba, Anais. Curitiba: Associação Latino-americana de Estudos Sociais da Ciência e da Tecnologia, 2016. p. 1-12.
ELIOT, T.S. The hollow men. In: Complete poems and plays. Londres: Faber & Faber, 2011.
JONAS, Hans. El principio del resposabilidad: ensayo de una ética para la civilizacion tecnologica. Barcelona: Herder, 1995.
MARQUES, Clarissa. Por uma compreensão da crise ambiental e do paradigma do risco. Revista Caderno de Relações Internacionais, vol. 4, nº 7, p. 75-95, jul-dez. 2013.
YAQOOB, Waseem. The Archimedean point: Science and technology in the thought of Hannah Arendt, 1951–1963. Journal of European studies, v. 44, n. 3, p. 199 – 224, jul. 2014.
ZANCANARO, Lourenço. O conceito de responsabilidade em Hans Jonas. 226 fls. Tese (doutorado) – Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Educação. Campinas, 1999.
ZINI, Júlio César Faria. Bioética: A responsabilidade no agir biotecnológico e o respeito absoluto à dignidade humana. Revista da Faculdade de Direito da Ufmg, n. 58, 2011.
Publicado
2017-04-18
Como Citar
GUIMARÃES, Anne Gabriele Alves; FERREIRA, Juliana de Barros. Entre o Temor e a Responsabilidade: a proposta de uma ética de sustentabilidade baseada no pensamento de Hannah Arendt e Hans Jonas. Anais da Conferência Brasileira de Folkcomunicação - Folkcom, [S.l.], n. XVIII, abr. 2017. ISSN 2236-2924. Disponível em: <http://anaisfolkcom.redefolkcom.org/index.php/folkcom/article/view/66>. Acesso em: 23 set. 2017.
Seção
GT 5 - Cidadania e sustentabilidade ambiental, social e cultural